Aguarde, carregando...

Artigos de BLOG

CLÍNICA DE INTERNAÇÃO

Em 14/12/2021 por Clínicas Reset Prime Reabilitação em Dependência Química Alcoolismo e Psiquiatria


https://www.clinicasresetprime.com.br/blog/clinica-de-internacao/

Internação

Ir à procura de uma clínica de internação é um momento que exige cautela na procura de um bom local que ofereça tratamento de qualidade, uma boa estrutura e profissionais qualificados para o devido suporte e auxílio durante todo o processo de recuperação do dependente.

Por experiência própria posso afirmar que não é nada fácil estar passando pelo sofrimento de ter na família um dependente químico que acredita não precisar de ajuda, neste momento torna-se fundamental o apoio e suporte dos familiares.

A dependência química é uma doença bastante complexa e que apresenta efeitos que podem ser a curto ou longo prazo na vida da pessoa, a depender do próprio organismo do indivíduo.

O momento de ir à procura de uma clínica de recuperação representa uma decisão importante não só na vida do dependente químico, mas também das pessoas a sua volta.

Essa doença se não tratada a tempo pode acabar evoluindo e gerando graves consequências a saúde do indivíduo podendo levar a morte.

Existem muitas dúvidas quando se fala em uma clínica de internação, neste artigo pretendemos explicar os procedimentos e métodos de tratamentos que visam colaborar para a melhora da qualidade de vida do paciente.

 

O que é uma clínica de internação para dependentes químicos? 

Uma clínica de internação é um ambiente que oferece todo o tratamento e suporte necessários a recuperação do dependente químico. Este local oferece um serviço voltado a melhora da qualidade de vida do paciente, e possui profissionais das mais diversas áreas trabalhando em conjunto, pois sabe-se que a dependência química é uma doença complexa.

Diante disso, ela conta com uma infraestrutura física, equipamentos e métodos de tratamento essenciais para o reestabelecimento da saúde do paciente.

Para que serve uma clínica de internação?

Uma clínica de internação é um local que tem como objetivo promover o restabelecimento integral da saúde do paciente, para que este possa ser reinserido na sociedade com hábitos de vida mais saudáveis, longe do uso de álcool ou drogas.

Como a dependência química é uma doença biopsicossocial, uma clínica de internação oferece um tratamento especializado para auxiliar o paciente a recuperar o seu equilíbrio físico, emocional, psicológico e social.

Portanto, ela tem como objetivo a desintoxicação do paciente, eliminando assim as substâncias tóxicas do organismo dele, buscando ajudá-lo a lidar com os efeitos da falta do consumo de álcool ou drogas. Além disso, promove a conscientização e reinserção do paciente na sociedade.

Como funciona uma clínica de internação?

Este é um ambiente preparado para o devido acolhimento e tratamento do paciente dependente químico, que necessita de todo o suporte nesse momento. Uma clínica de internação possui toda estrutura e profissionais qualificados para o devido tratamento do paciente, tratando o indivíduo de acordo com a sua necessidade.

Se o dependente químico possui a consciência de que precisa de ajuda para sair do mundo das drogas, as clínicas de internação possuem a modalidade de tratamento voluntário.

Porém se o indivíduo não consegue enxergar que necessita de ajuda ou que começa a representar uma ameaça a sua vida e a dos outros a sua volta os familiares podem decidir internar o indivíduo de modo involuntário.

O tratamento para cada paciente varia pois depende das necessidades de cada um, entre alguns exemplos de procedimentos realizados se encontra a psicoterapia, atividades em grupo e a utilização de medicamentos.

Internação voluntária

Como o próprio nome já diz, o paciente é quem solicita de forma voluntária a sua internação através de uma declaração por escrito de que pretende realizar o tratamento.

Desta forma, só pode acontecer por meio de autorização do paciente ou de um médico responsável pelo caso.

Internação involuntária

Muitos dependentes químicos não conseguem entender que possuem uma doença, e que necessitam de um tratamento especializado para frear o consumo de drogas.

Devido a isso, muitas vezes recorrer a internação involuntária se mostra uma tarefa difícil quando não se tem conhecimento sobre o assunto, continue a leitura e aprenda mais a respeito deste método de tratamento.

A internação involuntária é aquela realizada sem o consentimento do paciente, esta, só pode ocorrer a pedido de familiar de primeiro grau, ou responsável legal, e com autorização de um médico, devendo ser informado ao Ministério Público do estado em um prazo de até 72 horas.

Vale ressaltar que esta opção deve ser levada em consideração apenas quando todas as tentativas e recursos disponíveis de tratamento forem esgotadas e o indivíduo representar uma ameaça real a si mesmo e as pessoas a sua volta.

Internação compulsória

Nestes casos não é necessário a autorização de familiares, existe uma ordem judicial para a internação do dependente químico, independente da vontade dele.

A internação compulsória é aquela que só pode acontecer mediante a autorização de um juiz, após um pedido do médico, declarando que o indivíduo não tem domínio sobre sua condição de saúde física e psicológica.

A internação compulsória representa também uma medida que é tomada quando um crime for cometido por uma pessoa que esteja sobre o efeito de entorpecentes, e para que isso ocorra, se faz necessário um laudo médico que justifique a necessidade de se dar início a um tratamento.

Quais são os tratamentos disponíveis em uma clínica de internação?

Uma clínica de internação é um local que proporciona um tratamento especializado com todo apoio e suporte especializado de uma equipe multidisciplinar.

Este representa um ambiente que tem por objetivo reestabelecer a saúde integral do paciente, para que este adquira hábitos saudáveis de vida.

Existem diversos tipos de tratamentos disponíveis, pois, sabe-se que a dependência química é uma doença biopsicossocial e, portanto, abrange diferentes áreas da vida do indivíduo.

Por conta disso, os profissionais levam em conta as particularidades de cada paciente, para que este receba um tratamento adequado de acordo com seu PTI (projeto terapêutico individual).

Os tratamentos incluem a desintoxicação, medicamentos, psicoterapia individual ou em grupo, atividades físicas e a laborterapia que tem como foco restabelecer a saúde do paciente por meio de atividades profissionais.

Quais são as etapas do tratamento após internação?

A partir do momento que o dependente químico é internado são feitas avaliações médicas e exames, para atestar a sua condição de saúde, após esse procedimento é montada uma estratégia de tratamento pensada nas particularidades do paciente.

Diante disso, a desintoxicação se constitui como a principal chave para se dar início ao tratamento. Após isso, ele pode ser indicado a iniciar uma intervenção psicoterapêutica, fazer uso de medicamentos caso seja prescrito pelo médico e realizar atividades físicas e em grupo.

Determinar o melhor tratamento

O melhor tipo de tratamento, é aquele em que a clínica ofereça um tratamento humanizado e que garanta conforto e segurança tanto ao paciente quanto aos seus familiares.

Além disso, que possua uma equipe multiprofissional qualificada para atender as diversas demandas trazidas pelos pacientes, pois, o tratamento depende de alguns fatores como o tipo de droga, tempo de uso e doenças pré-existentes por exemplo.

Rede de apoio

Uma rede de apoio representa algo essencial dentro do processo de recuperação do dependente químico, pois este se encontra muitas vezes mergulhado em dúvidas e questionamentos a respeito do tratamento.

Vale destacar que antes de seu tratamento ele não mantinha relações saudáveis com as pessoas a sua volta seja familiar, amigos ou vizinhos, pois, estava voltado muito mais para o processo de compulsão e obsessão pelo consumo de drogas.

Portanto, uma rede de apoio representa uma importante possibilidade de restabelecimento de vínculos que foram quebrados, a família representa a principal rede de apoio dentro do processo de recuperação do dependente químico, pois ela se configura como um suporte e incentivo para que o paciente continue o processo de recuperação.

Desintoxicação

O processo de desintoxicação representa a fase inicial do tratamento, pois, é fundamental para o reequilíbrio da área física e psicológica do paciente, este procedimento visa colaborar para que o paciente aprenda a lidar com o processo da abstinência e seus efeitos.

Para que este procedimento seja bem-sucedido, é necessário um acompanhamento médico por conta das crises desencadeadas pela falta das substâncias químicas no organismo.

Este tratamento tem por objetivo livrar o organismo dos efeitos danosos das substâncias químicas.

Acompanhamento dos sintomas

Os sintomas da dependência química variam de acordo com o tempo de uso, quantidade e tipo de substância. Com o tempo de consumo o indivíduo acaba desenvolvendo a tolerância, em que necessita de doses cada vez maiores da substância para se sentir satisfeito.

Desta forma, com a dependência química já instalada o indivíduo que não tem determinada substância ao seu alcance começa a apresentar sintomas de abstinência pela falta da droga.

Quando se inicia o tratamento os profissionais de saúde realizam o acompanhamento dos sintomas do paciente, para que este receba o suporte necessário de acordo com sua demanda e sintomas, pois, sabe-se que estes variam de paciente para paciente.

Desta forma, é realizado o acompanhamento médico para a melhora e restabelecimento da saúde do paciente de forma integral. O seu acompanhamento pode ser de curto a longo prazo, pois, depende da gravidade e progressão da doença.

Existem casos em que alguns sintomas podem ser o início de uma doença já instalada que precisará de tratamento por toda a vida.

Controle da abstinência

A abstinência representa uma série de sintomas desagradáveis quando o indivíduo passa um certo período sem o consumo de determinada substância. As clínicas de internação oferecem todo o suporte necessário para o controle da abstinência.

A abstinência se apresenta de diferentes formas nos pacientes e estes necessitam de um acompanhamento que tenha por objetivo controlar os sintomas desagradáveis. Este fato pode ocorrer com a prescrição de medicamentos que visam diminuir esses efeitos.

Além disso, alguns tipos de atividades podem ser indicados para contribuir com o seu devido controle e restabelecimento físico e psicológico.

Terapia comportamental

É um método de tratamento que é feito por meio de intervenção psicológica, orientada para o momento atual do paciente. Ela tem como objetivo fazer o paciente adquirir novos comportamentos que produzam novos hábitos de vida.

Este tipo de terapia é muito utilizado no tratamento da dependência química, pois se baseia na identificação de comportamentos e emoções que prejudicam o processo de recuperação. Desta forma, com a identificação desses comportamentos e emoções, é possível modificar e transformar o momento atual.

Reinserção na sociedade

Durante todo o processo de recuperação o dependente químico é preparado para ser reinserido na sociedade. Este processo é permeado por diversos fatores, como o preconceito por exemplo, pois, ao sair da clínica o indivíduo está em busca de recomeçar uma nova vida, longe das drogas.

Diante disso, ao final do tratamento em uma clínica de internação, o dependente precisa estabelecer novos hábitos de vida para se manter longe das drogas e retomar a sua vida com novos planos e metas.

Manutenção do tratamento

Os grupos de apoio representam um grande aliado na manutenção do tratamento. Estes auxiliam o dependente a mudar seus padrões de comportamentos, porém, se faz necessário que ele se conscientize de que precisa de um esforço constante para firmar um compromisso pessoal de mudança de vida.

Portanto, o esforço contínuo na manutenção do tratamento é capaz de prevenir possíveis recaídas. Manter hábitos de vida saudáveis longe do consumo de álcool ou drogas, aliada a uma alimentação saudável, exercícios físicos e atividades prazerosas, contribuem para uma verdadeira mudança do estilo de vida.

Qual é o período de tratamento em uma clínica de internação? 

O tempo do tratamento varia de uma clínica para outra, e pode durar cerca de 90 a 180 dias, ou seja, de três a seis meses. Esse tempo também pode variar de acordo com a evolução do paciente.

Quanto custa o tratamento de dependência química?

Existem diversas opções de clínicas de internação e encontrar uma que garanta um bom tratamento é uma tarefa desafiadora. Porém, mais que o valor, deve-se levar em consideração a saúde e bem-estar do indivíduo que sofre com os efeitos da dependência química em sua vida.

Os valores variam muito pois dependem do tipo de tratamento ofertado, conforto do paciente e segurança por exemplo. A estrutura das Clínicas pode variar de mais populares, de médio à altos padrões. O valor é apresentado no momento que a proposta é apresentada, pois leva-se em consideração o tratamento integral do paciente, toda a infraestrutura, uma equipe completa de profissionais capacitados e uma duração de seis meses.

Como Clínicas Reset Prime pode te ajudar?

Trabalhamos com diversas clínicas parceiras, que tem a conscientização com a família e o paciente para que este estabeleça hábitos de vida saudáveis em sua vida longe do álcool ou das drogas, todo o tratamento é voltado para a reinserção do paciente a sociedade com um novo estilo de vida.

Como funciona a internação nas clínicas?

O paciente pode ser internado por meio de três modalidades de tratamento, a internação voluntária, involuntária e a compulsória.

Portanto, os procedimentos variam a depender do tipo de internação, mas, em relação ao tratamento todos os pacientes recebem um acompanhamento por parte dos profissionais. Pois é focado na avaliação e planejamento de um projeto terapêutico individual, atendendo assim as suas especificidades.

O principal objetivo da internação é a reinserção do dependente na sociedade, longe do consumo das drogas.

Conclusão

Sabemos bem que este assunto envolve muitas dúvidas e questionamentos, diante disso, a busca por informações torna-se essencial nesse momento.

Além da clínica de internação contar com uma boa estrutura para atender os pacientes, uma equipe de profissionais especializados também se torna essencial.

O Grupo está sempre preparado para atender da melhor forma os pacientes, assim como a sua família, pois sabemos que ela tem um papel muito importante durante o processo de recuperação do dependente.

O nosso foco está voltado para o tratamento integral do paciente, com o intuito de fazer com que ele retome as suas relações sociais e estabeleça um novo estilo de vida.


Comentários